Programação

A programação deste evento é iminentemente prática e discutirá as possibilidades e limitações de aplicação, na prática, das diretrizes médicas vigentes.

Toda a programação será baseada na prática diária, com casos reais, demonstrando o alcance e as limitações do conhecimento científico atual.

15 de setembro de 2017

HORÁRIO LOCAL TEMA CARGO/NOME
13h10 às 14h40 AUDITÓRIO 01 DISLIPIDEMIA - CENÁRIO: INTOLERÂNCIA À ESTATINA, NÍVEIS DE LDL ELEVADOS APESAR DE DOSES APROPRIADAS DE ESTATINA. META TERAPÊUTICA VS. RISCO CARDIOVASCULAR EM PREVENÇÃO PRIMÁRIA E SECUNDÁRIA. / CASO: PACIENTE DE RISCO CARDIOVASCULAR INTERMEDIÁRIO E APÓS INFARTO DO MIOCÁRDIO O LDL PERSISTE ELEVADO APESAR DO USO DE ESTATINA POTENTE EM DOSE MÁXIMA.

COORDENADOR: ALVARO AVEZUM

APRESENTADOR: MAURICIO WANJNGARTEN

DEBATEDORES:
- ANDRE ARPAD FALUDI
- FRANCISCO ANTONIO HELFENSTEIN FONSECA

14h40 as 16h10 AUDITÓRIO 01 PACIENTE COM DOENÇA CORONÁRIA QUE QUEIRA PRATICAR ESPORTE. / CASO: ADULTO DE 46 ANOS COM STENT PRÉVIO QUE TEVE PCR ABORTADA COM DIAGNÓSTICO E CONDUTAS

COORDENADOR: JOSÉ LUIZ AZIZ

APRESENTADOR: NABIL GHORAYEB

DEBATEDORES:
- WILLIAM AZEM CHALELA
- FERNANDO AUGUSTO ALVES DA COSTA


16h10 às 16h30   INTERVALO  
16h30 às 18h00 AUDITÓRIO 01 SCA SEM ELEVAÇÃO DE SEGMENTO ST: CENÁRIO: INFARTO DO MIOCÁRDIO NA AUSÊNCIA DE LESÕES CORONARIANAS OBSTRUTIVAS (MINOCA) E COM LESÕES CORONARIANAS DISCRETAS  / CASO: PACIENTE DE 54 ANOS COM SCA SEM SUPRA, E SEM LESÕES CORONÁRIAS SIGNIFICATIVAS.

COORDENADORA: LILIA NIGRO MAIA

APRESENTADOR: ANTONIO CARLOS DE C. CARVALHO

DEBATEDORES:
- LEOPOLDO SOARES PIEGAS
- RUI FERNANDO RAMOS

18H15 às 18h30 AUDITÓRIO 01 MINI CONFERÊNCIA: GRANDES QUESTÕES CLÍNICAS AINDA NÃO RESOLVIDAS PELOS GRANDES TRIALS  
       
13h10 às 14h40 AUDITÓRIO 02 INSUFICIÊNCIA CARDÍACA: CENÁRIO: IC CRÔNICA COM FEVE PRESERVADA E COM REDUÇÃO DISCRETA DA FUNÇÃO SISTÓLICA VENTRICULAR / CASO: PACIENTE COM DISPNEIA E FEVE PRESERVADA: DIAGNÓSTICO E MANEJO TERAPÊUTICO FARMACOLÓGICO E NÃO FARMACOLÓGICO

COORDENADOR: IBRAIM MASCIARELLI PINTO

APRESENTADOR: PEDRO SILVIO FARSKY

DEBATEDORES:
- FABIO VIEIRA FERNANDES
- SILVIA  MOREIRA AYUB FERREIRA

14h40 às 16h10 AUDITÓRIO 02 FIBRILAÇÃO ATRIAL : CENÁRIO: FA, RISCO CARDIOEMBÓLICO, RISCO DE SANGRAMENTO, REVERSÃO DE ATIVIDADE ANTICOAGULANTE, CARDIOVERSÃO E ABLAÇÃO. / CASO:  PACIENTE COM STENT HÁ 3 MESES ANO, EM USO DE NOACS E DUPLA ANTIGREGAÇÃO, COM FRATURA DE FÊMUR E INDICAÇÃO DE TRATAMENTO CIRÚRGICO

COORDENADOR: JOÃO FERNANDO MONTEIRO FERREIRA

APRESENTADOR: GUILHERME DRUMMOND FENELON

DEBATEDORES:
- JOSÉ MARIANI JUNIOR
- ALOÍSIO MARCHI DA ROCHA

16h10 às 16h30   INTERVALO  
16h30 às 18h00 AUDITÓRIO 02 HIPERTENSÃO ARTERIAL: CENÁRIO: CONTROLE INTENSIVO VS. CONTROLE CONVENCIONAL EM PREVENÇÃO PRIMÁRIA E SECUNDÁRIA, RISCO CARDIOVASCULAR, OPÇÕES TERAPÊUTICAS / CASO: PACIENTE HIPERTENSO, ASSINTOMÁTICO, EM USO DE DIURÉTICO + IECA, MANTENDO PA EM TORNO DE 140 X 90 MMHG. CENÁRIO COM E SEM DIABETES. QUANDO É NECESSÁRIO INTENSIFICAR AS MEDIDAS DE PREVENÇÃO?

COORDENADOR: LUCIANO FERREIRA DRAGER

APRESENTADOR: JUAN CARLOS YUGAR TOLEDO

DEBATEDORES:
- FERNANDO NOBRE
- ALESSANDRO FRANJOTTI CHAGAS

18H15 às 18h30 AUDITÓRIO 02 SESSÃO ESPECIAL: GRANDES QUESTÕES CLÍNICAS AINDA NÃO RESOLVIDAS PELOS GRANDES TRIALS OTAVIO BERWANGER
18h30 às 19h40   SIMPÓSIO SATÉLITE BOSTON SCIENTIFIC - ESTADO ATUAL DO TRATAMENTO DA FA: DROGAS, ABLAÇÃO POR CATETER E OCLUSÃO DO APÊNDICE ATRIAL ESQUERDO Simpósio Satélite  
19H40    COQUETEL QUEIJOS E VINHOS (PATROCINIO BOSTON)  

16 de setembro de 2017

HORÁRIO LOCAL TEMA CARGO/NOME
08h00 às 09h30 AUDITÓRIO 01 INSUFICIÊNCIA CARDIACA: CENÁRIO: IC CRÔNICA COM FEVE REDUZIDA, CONSIDERAÇÃO QUANTO AO USO DE SACUBITRIL? / CASO: PACIENTE NYHA II, ESTÁVEL SOB TERAPÊUTICA OTIMIZADA. COMO CONDUZIR ADEQUADAMENTE (TITULAR DOSES SEMPRE? QUANDO ADICIONAR OU SUBSTITUIR TERAPIAS?

COORDENADOR: MUCIO TAVARES DE OLIVEIRA JR

APRESENTADOR: JOÃO MANOEL ROSSI NETO

DEBATEDORES:
- FERNANDO BACAL
- DIRCEU RODRIGUES ALMEIDA

09h30 às 11h00 AUDITÓRIO 01 DIABETES: CENÁRIO:  QUAL A OPÇÃO MAIS APROPRIADA NO PACIENTE DIABÉTICO TIPO 2? CONTROLE DE HBA1C OU REDUÇÃO DE EVENTOS CARDIOVASCULARES? / CASO: PORTADOR DE MIOCARDIOPATIA ISQUÊMICA, DMT2 HÁ 10 ANOS, HBA1C = 8,5%. QUAIS AGENTES ANTIDIABÉTICOS DE ESCOLHA? QUAIS DEVEM SER AS METAS TERAPÊUTICAS?  

COORDENADOR: JOSÉ FRANCISCO KERR SARAIVA

APRESENTADOR: MARCELO ARRUDA NAKAZONE

DEBATEDORES:
- SIMÃO AUGUSTO LOTTENBERG
- CARLOS COSTA MAGALHÃES

11h00 às 11h20   INTERVALO  
11h20 às 12h50 AUDITÓRIO 01 VALVOPATIA:  CENÁRIO: ESTENOSE AÓRTICA, MOMENTO DE INDICAR INTERVENÇÃO, OPÇÃO PERCUTÂNEA OU CIRÚRGICA. / CASO : PACIENTE DE 70 ANOS PORTADOR DE ESTENOSE AÓRTICA GRAVE, ASSINTOMÁTICO COM E SEM CENÁRIOS DE COMORBIDADES (DISFUNÇÃO RENAL, DIABETES, DAC, DPOC).

COORDENADOR: AGNALDO PISCOPO

APRESENTADOR: MARCELO GARCIA LEAL

DEBATEDOR: FLAVIO TARASOUTCHI

12h50 às 14h20   SESSÃO ESPECIAL: GRANDES QUESTÕES CLÍNICAS AINDA NÃO RESOLVIDAS PELOS GRANDES TRIALS ( LANCHE BOX) ALVARO AVEZUM
14h20 às 15h50 AUDITÓRIO 01 SCA COM ELEVAÇÃO DE SEGMENTO ST: CENÁRIO: SCA COM ELEVAÇÃO DE ST. QUAL A MELHOR ESCOLHA: TRANSFERÊNCIA OU FIBRINÓLISE?  TRATAMENTO ADJUVANTE E TRATAMENTO DE ARTÉRIA NÃO RELACIONADA AO INFARTO / CASO: PACIENTE COM DOR PRECORDIAL HÁ < 3 HORAS E SUPRA DESNIVELAMENTO EM PAREDE ANTERIOR EM HOSPITAL SEM SERVIÇO DE CARDIOLOGIA INTERVENCIONISTA DISPONÍVEL.

COORDENADOR: EDSON STEFANINI

APRESENTADOR: ELIZABETE SILVA DOS SANTOS

DEBATEDORES:
- RODOLFO STAICO
- JOSÉ CARLOS NICOLAU

15h50 às 17h20 AUDITÓRIO 01 SINCOPE: CENÁRIO:  EPISÓDIO ISOLADO E RECORRENTE DE SINCOPE: INVESTIGAÇÃO DIAGNÓSTICA, OPÇÕES TERAPÊUTICAS E AVALIAÇÃO EM DIFERENTES CENÁRIOS: FUNÇÃO VENTRICULAR NORMAL E ALTERADA, AUSÊNCIA E PRESENÇA DE ISQUEMIA MIOCÁRDICA, IDOSO./ CASO: PACIENTE DE 49 ANOS COM SÍNCOPE APARENTEMENTE SEM DIAGNÓSTICO ESTABELECIDO E DISFUNÇÃO VENTRICULAR. QUAL O FLUXOGRAMA DE INVESTIGAÇÃO INDICADO? QUAIS OPÇÕES TERAPÊUTICAS COM BASE NOS ACHADOS ENCONTRADOS?

COORDENADOR: ANGELO AMATO VICENZO DE PAOLA

APRESENTADOR: BRUNO PEREIRA VALDIGEM

DEBATEDORES:
- CLAUDIO CIRENZA
- PAOLA EMANUELA POGGIO SMANIO

17h20 às 18h50 AUDITÓRIO 01 DOENÇA ARTERIAL CORONÁRIA ESTÁVEL: CENÁRIO: DAC, ATEROSCLEROSE CAROTÍDEA E DOENÇA ARTERIAL PERIFÉRICA, USO DE ANTIPLAQUETÁRIOS ISOLADOS OU EM ASSOCIAÇÃO E AVALIAÇÃO DE ISQUEMIA MIOCÁRDICA. / CASO: PACIENTE JOVEM, PORTADOR DE DAC E DAP, TABAGISTA E DIABÉTICO. OPÇÕES TERAPÊUTICAS E ROTINA DE INVESTIGAÇÃO DE ISQUEMIA CORONÁRIA

COORDENADOR: ALVARO AVEZUM

APRESENTADOR: CARLOS VICENTE SERRANO JR

DEBATEDORES:
- LUIZ ANTONIO MACHADO CESAR
- EXPEDITO EUSTAQUIO R DA SILVA

 

       
08h00 às 09h30 AUDITÓRIO 02 CONSULTÓRIO MÉDICO: CENÁRIO: EXAMES DE CHECK-UP REDUZEM DESFECHOS CLÍNICOS E MELHORAM QUALIDADE DE VIDA DO PACIENTE? DEVEM SER REALIZADOS? / CASO: INDIVIDUO DE 45 ANOS ASSINTOMÁTICO (PREVENÇÃO PRIMÁRIA) VEM AO CONSULTÓRIO PARA CHECKUP 

COORDENADOR: ALBERTO FRANCISCO PICCOLOTTO NACCARATO

APRESENTADOR: GUSTAVO BERNARDES DE F OLIVEIRA

DEBATEDORES:
- LUIZ EDUARDO MASTROCOLLA
- ANTONIO CARLOS PALANDRI CHAGAS

09h30 às 11h00 AUDITÓRIO 02 DISLIPIDEMIA: CENÁRIO 1: RISCO INTERMEDIÁRIO CARDIOVASCULAR EM PESSOAS DE MEIA IDADE / CASO: PACIENTE SEXO FEMININO 62 ANOS, COM OBESIDADE ABDOMINAL E HDL DE 28 APENAS MUDANÇA DE ESTILO DE VIDA?  TERAPIA MEDICAMENTOSA ASSOCIADA? 

COORDENADORA: MARIA CRISTINA DE OLIVEIRA IZAR

APRESENTADOR: FLAVIO TOCCI MOREIRA

DEBATEDORES:
- VIVIANE ZORZANELLI ROCHA
- MARCELO CHIARA BERTOLAMI

11h00 às 11h20   INTERVALO  
11h20 às 12h50 AUDITÓRIO 02 DISLIPIDEMIA: CENÁRIO 2 : RISCO INTERMEDIÁRIO CARDIOVASCULAR EM ADOLESCENTE / CASO: SEXO MASCULINO, 14 ANOS, PA 130 X 88,  LDLC 120 MG/DL COM ATIVIDADE FÍSICA REGULAR EM ACADEMIA. HÁ INDICAÇÃO DE TRATAMENTO MEDICAMENTOSO? 

COORDENADORA: IEDA BISCEGLI JATENE

APRESENTADORA: ADRIANA BERTOLAMI

DEBATEDORES:
- FLAVIO ANTONIO DE O BORELLI
- HENRIQUE TRIA BIANCO

12h50 às 14h20   SIMPÓSIO SATÉLITE ( LANCHE BOX)  
14h20 às 15h50 AUDITÓRIO 02 ANTICOAGULAÇÃO EM FIBRILAÇÃO ATRIAL DURANTE INTERVENÇÕES: CENÁRIO: MANTER ANTICOAGULAÇÃO ORAL PERI-PROCEDIMENTO? CONSIDERAR NOVOS ANTICOAGULANTES OU VARFARINA? SITUAÇÕES DE URGÊNCIA (SANGRAMENTO OU CIRURGIA)/ CASO: PACIENTE EM USO DE VARFARINA OU NOAC ONDE É INDICADO CVE OU ABLAÇÃO E, POSTERIORMENTE, HÁ NECESSIDADE DE CIRURGIA DE URGÊNCIA DEVIDO A TRAUMA ABDOMINAL. EM CASO DE NEOPLASIA MALIGNA E FIBRILAÇÃO ATRIAL : COMO ESCOLHER A TERAPIA ANTICOAGULANTE? 

COORDENADOR: RICARDO PAVANELLO

APRESENTADOR: OTAVIO RIZZI COELHO

DEBATEDORES:
- GUILHERME DRUMMOND FENELON
- DALMO ANTONIO RIBEIRO MOREIRA

15h50 às 17h20 AUDITÓRIO 02 PREVENÇÃO DE MORTE SÚBITA: CENÁRIO: CDI/TRC PREVENÇÃO PRIMÁRIA E SECUNDÁRIA. EVIDÊNCIAS CIENTÍFICAS PARA CADA INDICAÇÃO.  EM QUAIS CENÁRIOS HÁ EVIDÊNCIAS DE QUE OS DISPOSITIVOS IMPLANTÁVEIS REDUZEM EVENTOS? / CASO: PACIENTE PÓS-INFARTO, FEVE=40%, CF II (APÓS CERTO PERÍODO, CF III), ARRITMIA VENTRICULAR COMPLEXA AO HOLTER ANTES E APÓS EPISÓDIO DE TVS

COORDENADOR: MIGUEL ANTONIO MORETTI

APRESENTADOR: MARTINO MARTINELLI FILHO

DEBATEDORES:
- ENRIQUE INDALECIO PACHON MATEO
- BRUNO VAZ KERGES BUENO

17h20 às 18h50 AUDITÓRIO 02 PERI-OPERATÓRIO DE CIRURGIAS CARDÍACAS: CENÁRIO: MANUSEIO DO PACIENTE NO PERI-OPERATÓRIO DE CIRURGIAS CARDÍACAS: QUAIS AS DROGAS VASOATIVAS DE ESCOLHA? MONITORIZAÇÃO HEMODINÂMICA INVASIVA SEMPRE? / CASO:  PACIENTE DE 72 ANOS COM FRAÇÃO DE EJEÇÃO DE 38%, SUBMETIDO À CIRURGIA DE REVASCULARIZAÇÃO MIOCÁRDICA EVOLUINDO COM HIPOTENSÃO ARTERIAL E TAQUICARDIA SINUSAL. COMO CONDUZIR?  

COORDENADOR: CLAUDIO PINHO

APRESENTADOR: ANTONIO CLAUDIO DO A BARUZZI

DEBATEDORES:
- WILLIAM AZEM CHALELA
- ANTONIO CARLOS MUGAYAR BIANCO